3 semanas atrás

Globo trabalha com três novelas para reprisar depois de ‘Amor de Mãe’

Por José Miguel Toledo

A Globo trabalha com a data de 5 de outubro para voltar a exibir a novela “Amor de Mãe”. As gravações da trama de Manuela Dias recomeçam no final de julho, e uma frente ampla de capítulos deverá ser gravada antes de levá-los ao ar.

Com todo cuidado possível no set de gravação, evitando externas, com os atores tendo que levar marmita para o estúdio e fazerem a própria maquiagem em casa, além do uso de computadorização gráfica para gravar cenas de contato físico, “Amor de Mãe” será encerrada ainda este ano.

Serão produzidos apenas 47 capítulos para dar um desfecho para a história de Lurdes (Regina Casé). O último capítulo da primeira novela de Manuela Dias no horário nobre se daria em 27 de novembro.

Na sequência, ao invés de estrear a inédita “Um Lugar ao Sol”, de Lícia Manzo, a Globo exibirá uma nova reprise, enquanto grava a próxima produção das 21h com todo cuidado para que ela vá ao ar futuramente, com uma frente bem grande de capítulos.

Thiago Fragoso e Mateus Solano em ‘Amor à Vida’. Foto: Divulgação

A emissora carioca trabalha com três títulos para reapresentar. Um deles é “Amor à Vida” (2013), de Walcyr Carrasco. A novela conta a história de Félix (Mateus Solano), um gay invejoso e mau-caráter que rouba a sobrinha recém-nascida e a abandona no lixo para destruir a irmã Paloma (Paolla Oliveira), por considerar que o pai, César (Antônio Fagundes), tem preferência por ela. A descoberta do amor verdadeiro nos braços de Niko (Thiago Fragoso) transforma o vilão em uma pessoa melhor.

Outra delas é “Gabriela” (2012), também de Carrasco, mas exibida na faixa das 23h. A novela, de época e inspirada na obra de Jorge Amado, conta a história da retirante Gabriela (Juliana Paes), que para fugir da seca e da miséria, emprega-se como cozinheira num bar em Ilhéus. O local pertence ao turco solteirão Nacib (Humberto Martins), que como todos os outros homens da cidade, se encantam pela sensualidade natural da matuta.

Juliana Paes e Emilio Dantas em ‘A Força do Querer’. Foto: Divulgação

E a terceira novela cogitada é “A Força do Querer” (2017), de Glória Perez. Imenso sucesso que reergueu a audiência do horário das 21h, a trama mesclou discussões sociais como transsexualidade, vício em jogatina, MMA e crime organizado através dos dramas da rainha do tráfico Bibi Perigosa (Juliana Paes), da dúbia Ritinha (Isis Valverde) e da PM Jeiza (Paolla Oliveira). O colunista Edu Secco, do site RD1, apurou que, no momento, essa é a história mais cotada pela direção da Globo para o horário.