| 1 ano atrás

“Segundo Sol” é a maior audiência em anos, mas já está ameaçada

Nesta última quinta-feira (28), “Segundo Sol” chegou ao seu 40º capítulo. Lançada em maio, a novela de João Emanuel Carneiro segue na dianteira da audiência, firmando-se como a maior audiência das 21h da Globo nos últimos anos. A trama caminha para fechar seu segundo mês e, por enquanto, derrota pelo menos oito títulos que lhe antecederam no horário, considerando, obviamente, os 40 primeiros capítulos. Sua média geral é de 31.5 pontos.

JEC, no entanto, precisará ter jogo de cintura para não perder o título. “Segundo Sol” tem público cativo, mas está claramente estacionada nos mesmos índices, sem nenhuma perspectiva de arranque. Nesta semana, por exemplo, a novela anotou 33 pontos de segunda a quinta-feira. Não oscilou nem para cima nem para baixo. Ou seja, o folhetim não perde o público que já conquistou, mas, em contrapartida, não ganha novos seguidores.

[do_widget id = mvp_ad_widget-5]

Se continuar nesse compasso – sem crescimento -, a história baiana protagonizada por Giovanna Antonelli e Emilio Dantas logo ficará para trás. A essa altura, “O Outro Lado do Paraíso“, reerguida após um início complicado, assentava 31.3 de média total e já registrava 39 pontos em alguns capítulos. E só melhorou. A partir do 42º capítulo, a trama de Walcyr Carrasco passou a surfar nos 40. Foi a semana em que a protagonista de Bianca Bin voltou por cima, soltou o famoso “vocês não imaginam o prazer que é estar de volta” e colocou a novela nos trilhos de uma vez.

“O Outro Lado do Paraíso” e “A Força do Querer” já estão na cola de “Segundo Sol”. Foto: Divulgação/Globo

Outro grande sucesso recente, “A Força do Querer” somou 31.1 nas primeiras quatro dezenas de capítulos. A novela de Gloria Perez, aliás, teve uma trajetória mais semelhante a “Segundo Sol”: audiência boa e estável desde o começo, sem sobressaltos, público fidelizado… Mas foi também a partir da oitava semana que “A Força” começou a crescer, alcançando índices acima dos 35 em alguns capítulos. Por acaso, 35 pontos é a média máxima vista por “Sol” até agora, replicada em quatro capítulos de suas duas primeiras semanas.

Antes de “A Força do Querer”, vale lembrar, o principal horário de dramaturgia da Globo passou por uma crise de audiência bem preocupante. “A Lei do Amor“, que veio logo antes, patinou nos 25.6 médios até seu 40º capítulo. No mesmo período, “Velho Chico” deu 28.4 e “A Regra do Jogo” – o folhetim anterior do João Emanuel – amargou 24.8, sagrando-se a pior performance da década (nas sete semanas iniciais, claro). Concluindo as comparações, temos “Babilônia” com 25.3, “Império” nos 30 redondos e “Em Família” fixada em 30.3.

Giovanna Antonelli e Emilio Dantas em gravação de “Segundo Sol”. Foto: Divulgação/Globo

Como se vê, por enquanto – e só por enquanto -, “Segundo Sol” bate todas elas, perdendo apenas para “Amor à Vida”, de 2013, que somou 34.1 nesse mesmo intervalo. Convém grifar e levar em consideração, porém, que, há cinco anos, 1 ponto equivalia a 62 mil domicílios, enquanto hoje corresponde a 71.9 mil.

[do_widget id=mvp_ad_widget-5]

* Todos os dados dessa matéria são correspondentes à aferição do IBOPE na Grande São Paulo, praça que serve de referência para o mercado publicitário.