| 2 meses atrás

‘O Cravo e a Rosa’ se torna a novela mais assistida da história do Viva

O Viva, canal criado para revirar o baú de produções da Globo, comemora em 2020 sua primeira década de existência, com motivos de sobra para celebrar. Atualmente, por exemplo, tem conseguido chegar à vice-liderança dentre todos os canais da TV a cabo.

O carro-chefe do Viva é, sem dúvidas, a dramaturgia. Da atual trinca de novelas, o destaque é “O Cravo e a Rosa”, de Walcyr Carrasco e Mário Teixeira, no ar em seu principal horário, 23h, há cinco meses.

[do_widget id = mvp_ad_widget-5]

A comédia romântica, em sua quarta exibição, alcançou o feito de ser a novela mais assistida da história do canal, superando clássicos como “Por Amor”, “A Indomada” e “Pai Herói”. A história de Catarina (Adriana Esteves) e Petruchio (Eduardo Moscovis) dará lugar – e a responsabilidade de não deixar a peteca cair – a “O Clone”, de Glória Perez, que volta ao ar em 9 de dezembro.

De forte apelo popular e fácil compreensão, as tramas de Carrasco costumam ser sinônimo de alta audiência. Atualmente em cartaz no horário nobre global com “A Dona do Pedaço”, o autor vem conseguindo emplacar mais um êxito em seu bem-sucedido currículo.

Novidades para 2020

O Viva divulgou sua próxima safra de novelas, que celebrarão os 10 anos de existência do canal. Se nada mudar, no lugar de “O Clone”, deve entrar “Mulheres Apaixonadas”, em agosto do ano que vem. No lugar de “Cabocla”, às vias de estrear, deve vir “Chocolate com Pimenta”, em abril. E sucedendo “Selva de Pedra”, a versão original de “Ti Ti Ti”, em fevereiro.