2 anos atrás

Globo começa a escalar elenco de “Troia”, futura novela das 21h

Por Augusto Vale

Com “Segundo Sol” no ar e “O Sétimo Guardião” entrando nos trilhos para estrear em novembro, a Globo já se preocupa com o que virá a seguir, após a novela de Aguinaldo Silva. A bola será passada a prestigiada autora Manuela Dias, promovida ao principal horário da grade após o sucesso da série “Justiça”, em 2016.

De acordo com o colunista Flávio Ricco, “Troia“, título provisório da trama, já começou a ganhar os primeiros cuidados, apesar de sua estreia só vir a acontecer daqui a um ano. Planejando dar o start nas gravações em janeiro, o diretor José Luiz Villamarim, também parceiro da autora em “Justiça”, está reservando os primeiros nomes para compor o elenco. Por enquanto, três nomes já são dados como certos. Aliás, três atores que estão há algum ou muito tempo sem fazer novela.

Longe do gênero desde 2014, quando fez “Geração Brasil”, Taís Araújo deve ficar com o principal papel feminino da história. “Troia” marcará seu retorno ao horário das 21h exatamente 10 anos após protagonizar “Viver a Vida”, como a penúltima Helena de Manoel Carlos, um trabalho de lembranças traumáticas para a atriz. Dizem, a nova personagem, curiosamente, também se chamará Helena – tal qual a mitológica figura grega, que por acaso serve de inspiração para as heroínas de Maneco. A conferir.

Cauã Reymond deve viver mocinho de “Troia”. Foto: Reprodução/Instagram

O protagonista masculino será vivido por Cauã Reymond, que também não faz novelas há algum tempo. Após “A Regra do Jogo” (2015), o ator recusou vários convites (chegou a ser cotado para interpretar Beto Falcão, de “Segundo Sol”), preferindo dar prioridade às séries. Ele, inclusive, acaba de finalizar os trabalhos em “Ilha de Ferro”, alardeada como a série mais cara da Globo. Por enquanto, não há data de estreia.

Para viver a mãe de Cauã, Villamarim convidou a atriz e apresentadora Regina Casé, cuja última passagem por uma novela deu-se há quase duas décadas, quando fez “As Filhas da Mãe”, em 2001.

Paolla Oliveira é cotada para “Troia”. Foto: Reprodução/Instagram

Outros nomes são apenas especulados, casos de Marjorie Estiano e Alice Wegmann, atualmente dirigida por Villamarim em “Onde Nascem os Fortes”. Além delas, surge agora o nome de Paolla Oliveira como possível escalação. Paolla chegou a ser anunciada em “O Sétimo Guardião” e esteve cotada para “Espelho da Vida”, a próxima das 18h, mas acabou ficando de fora de ambas. Pode ser que fique agora com um dos personagens de destaque em “Tróia”.

Nosso Instagram 😉

Seguir