2 anos atrás

Fafy Siqueira está de volta à Globo: “Achei que era trote”

Por Redação

A comediante Fafy Siqueira, de 63 anos, está de volta à Globo depois de dois anos afastada da telinha. Ela vai participar da nova temporada do “PopStar“, programa que desafia artistas e celebridades a cantarem ao vivo. Sua última presença na emissora havia sido uma participação no seriado “Chapa Quente”, em 2016. As informações são do site Notícias da TV.

[do_widget id=mvp_ad_widget-5]

“Uma produtora me ligou, e eu até achei que era trote. Eu via aquilo todo domingo. Gostava tanto do programa que meus amigos reclamavam que eu não saía mais pra almoçar, não fazia nada enquanto não acabasse. Mas sinceramente achei que eles não iam chamar uma pessoa da minha idade, da minha geração, galera dos 60 [anos]. Não ia rolar, nunca pensei. Mas a produtora disse: ‘A gente sabe que você vai fazer a diferença’. Fiquei muito orgulhosa”, disse a atriz.

Fafy Siqueira  Foto: João Miguel Jr./Globo

Fafy conta que é fã do programa, mas que não imaginava que haveria espaço na atração para alguém da sua idade. “Procuro [fazer] uma coisa bem popular. Vou cantar coisas pro povo mesmo”, prometeu ao falar sobre o que levaria para o palco.

Para participar do “PopStar”, Fafy rejeitou fazer parte do novo filme de Danilo Gentilli, as gravações do longa coincidiriam com o programa. Anteriormente, ela interpretou a mãe do personagem de Rafael Cortez no filme “Rir Para Não Chorar”, além de estar desenvolvendo uma peça sobre divas da música.

[do_widget id=mvp_ad_widget-5]

Além de atriz e comediante, Fafy Siqueira também é cantora profissional desde os anos 1970. No entanto, na época, ela lembra que sofreu muito com o machismo do meio e não conseguiu seguir com a profissão da forma como gostaria.

“Eu queria cantar rock. E a produção [dos festivais] falava: ‘Não, você é uma cantora romântica’. Eu não queria cantar p*rra nenhuma romântica. Fiz um monte de testes para bandas nos anos 1970, e às vezes chegavam pra mim e diziam que não ia dar, preferiam que fosse um homem. Eu vim de uma geração muito machista, eram os homens que vendiam disco, que faziam isso e aquilo”, relembrou.

Foto: Divulgação

Apesar das dificuldades, Fafy ainda conseguiu compor músicas que foram gravadas por Xuxa, Sandy & Junior e Sandra de Sá. “O Roberto Carlos nunca me convidou pra fazer nada no show [de fim de ano, na Globo] dele. Meu sonho seria participar, ou que ele cantasse uma música minha. E falta também trabalhar com duas pessoas por quem eu sou apaixonada, a Laura Cardoso e a Nicette Bruno. Até pagaria pra fazer um trabalho com a Nicette”, brincou.

Na Globo, Fafy Siqueira tem presença nas novelas “Cobras & Lagartos“(2006), “Sangue Bom“(2013) e na minissérie “Dercy de Verdade” (2012), na qual viveu a protagonista.