Entre em contato

Famosos

Leão Lobo critica Agatha Moreira: ‘Muito fraca’

Publicado

em

Pegando a onda da repercussão do capítulo desta segunda-feira (5) de “A Dona do Pedaço“, Leão Lobo falou sobre a cena na qual Maria da Paz (Juliana Paes) dá uma surra em Josiane (Agatha Moreira), e não poupou críticas à atriz que interpreta a vilã.

“Essa menina que faz a Jô é muito fraquinha como atriz. Ainda precisa aprender muito pra fazer um papel como esse.”

Publicidade

O apresentador disparou o comentário na edição de hoje (6) do “Fofocalizando“, no SBT. Ácido, ele ainda fez comparações entre a novela de Walcyr Carrasco e a clássica “Vale Tudo” (1988), onde Gloria Pires vivia uma filha ambiciosa que tinha vergonha da mãe, interpretada por Regina Duarte, e, em certo ponto da história, também tomou uma lição.

Gloria Pires em cena antológica de "Vale Tudo", em 1988
Gloria Pires em cena antológica de “Vale Tudo”, em 1988. Foto: Reprodução

Aos 27 anos, Agatha Moreira está brilhando em seu primeiro grande papel em uma novela das nove da Globo. Entretanto, a atriz, que já deu expediente como modelo antes de ingressar na dramaturgia, emenda trabalhos na televisão desde 2012, quando estrelou a temporada daquele ano de “Malhação“. De lá para cá, participou de novelas como “Verdades Secretas” (2015), “Haja Coração” (2016), “Novo Mundo” (2017) e “Orgulho & Paixão” (2018). Na última, se destacou como a jovem Ema, protagonizando um romance com Rodrigo Simas, seu atual namorado.

Publicidade

Audiência

A surra de Josiane levou “A Dona do Pedaço” a bater seu recorde de audiência nesta segunda-feira. O capítulo rendeu 41 pontos à trama, um número que não se via desde a semana final de “Segundo Sol“, em novembro do ano passado. Leia os detalhes aqui.

Juliana Paes e Agatha Moreira em cena. Foto: Divulgação/Globo

Nos bastidores

Dirigida por Amora Mautner, a aguardada cena do acerto de contas entre mãe e filha foi gravada no último dia 26, exigindo técnica e emoção das atrizes. “Não consegui parar de chorar. Foi uma cena catártica”, afirmou Juliana Paes ao sair do set.

Agatha Moreira também precisou de um tempo para se recompor após a gravação. No camarim, a atriz elogiou a parceria com Juliana:

“É muito bom ter um parceiro como a Ju. Temos uma química absurda.”

Publicidade

A intérprete da vilã cogitou a ideia de levar tapas reais para dar mais veracidade à cena: “Eu perguntei para a Juliana o que seria melhor: se ela preferia bater de verdade ou não. Ela falou que não.”

“Descobri que o tapa falso, para o vídeo, funciona melhor que o tapa de verdade.”

Leia também:
Vilãs em guerra: Josiane fica nas mãos de Fabiana e se dá mal

Veja o Resumo dos Capítulos

Publicidade
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Famosos

Maria Zilda Bethlem fala sobre fama: ‘Comi todo mundo’

Publicado

em

Por

Uma das mulheres mais desejadas de sua geração, Maria Zilda Bethlem falou sobre a fama, relacionamentos e sua carreira ao blog do jornalista Paulo Sampaio. Entre tantos assuntos, a atriz, ícone dos anos 80, comentou com bom humor que nunca viu problema em ser atraente, o que lhe rendeu o rótulo de símbolo sexual:

“Imagine, eu aproveitava! Exercitei muito minha sedução. Comi todo mundo no Rio, em São Paulo, Nova York e Paris.”

Às gargalhadas, relembrou:

“Passava a régua! Eu olhava e dizia: Você!”

Publicidade

Apesar de todas as aventuras, Maria Zilda contou que a vida lhe deu relacionamentos marcantes e dois filhos muito amados – Rodrigo e Rafael. O primeiro com um engenheiro, o segundo com o diretor Roberto Talma. O último casamento foi com a arquiteta Ana Kalil, 20 anos mais nova, com quem ficou oito anos.

“As mulheres se compreendem melhor. O relacionamento de mulher com mulher, depois de uma certa idade, é muito menos sexual do que do homem com a mulher.”

Maria Zilda ao lado de Ana Kalil. Foto: Reprodução

Solteira, a atriz afirmou que não sentiu interesse por mais ninguém desde o fim da relação com Ana:

“Quando eu olho para uma pessoa, é como se estivesse olhando para um vaso, um abajur, uma poltrona.”

Perto de comemorar seus 66 anos, Maria Zilda disse que, até hoje, só fez cirurgia estética nas pálpebras.

“Penso que o rosto tem de guardar um pouco da nossa história. Tristezas, alegrias, gargalhadas.”

E garantiu que jamais sofreu crise de idade. Entretanto, se queixou da falta de papéis para atores mais velhos:

“Não tem mais avó em novela. Atrizes de 20, 30 anos já se enchem de botox, ficam deformadas, você não as reconhece. E eu não vejo compromisso dessa geração com o ofício de atuar.

Completou:

Muitos não estão minimamente preocupados com o personagem, querem apenas aparecer na TV. Você dá R$ 5 mil, uma cocada e uma mariola, e eles topam fazer.”

Publicidade

Por essas e outras, Maria Zilda Bethlem resolveu não participar mais de novelas.

“Quando fiz ‘Êta Mundo Bom!’, em 2016, decidi que foi a última. Pensei: ‘Não é possível que eu tenha vindo ao mundo nessa encarnação só para fazer novela’.”

Maria Zilda na capa da trilha nacional de “Hipertensão”, de 1986. Foto: Som Livre

Atualmente, Bethlem pode ser vista na série “Pico da Neblina“, da HBO, onde vive a mãe de um traficante. Já na TV aberta, nas tardes Globo, a veterana aparece na reprise de “Por Amor“, sua última novela das oito.

Continuar Lendo
Publicidade

Trending