5 meses atrás

‘América’, ‘Páginas da Vida’ e mais quatro sugestões para substituir ‘Por Amor’

Por Redação

No ar desde abril, “Por Amor” já entrou na reta final no “Vale a Pena Ver de Novo“. Os editores da sessão estão trabalhando nos últimos 35 capítulos originais, o que deve render mais ou menos um mês de reprise pela frente. Até agora, no entanto, não há qualquer decisão da Globo quanto à sua substituta; apenas algumas especulações. Dizem que “Êta Mundo Bom!“, de 2016, por exemplo, é uma forte candidata.

Enquanto a confirmação do próximo cartaz não sai, o NOVELÃO tratou de sugerir seis bons títulos para suceder a história de Manoel Carlos. Siga a lista e deixe a sua indicação também. 😉

América

Murilo Benício como Tião, cujo maior desafio era montar o Boi Bandido. Foto: Globo

Exibida em 2005, “América” foi um sucesso absoluto de audiência, sendo uma das três novelas mais vistas na última década, passando por cima, aliás, dos problemas iniciais (a produção sofreu algumas alterações e mudou de direção) e das críticas ao roteiro da autora Gloria Perez.

[do_widget id = mvp_ad_widget-5]

Vale dizer que a trama, que tem um boi como grande vilão, foi apontada como uma das favoritas para ocupar o horário dessa vez, porém, de acordo com o colunista Flávio Ricco, acabou sendo descartada.

Sangue Bom

Marco Pigossi e Sophie Charlotte como Bento e Amora em ‘Sangue Bom’. Foto: Globo

Talvez a melhor novela exibida em 2013, “Sangue Bom” pintou com humor inteligente um retrato do mundo de aparências vivido pelas celebridades, criticou as mídias sociais e, como todo bom folhetim, equilibrou muito bem drama e romance.

A novela, escrita por Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, não foi um grande sucesso – teve números razoáveis de audiência – e não está no radar para ser reprisada, mas fica a dica.

Paraíso

Eriberto Leão e Nathalia Dill como Zeca e Santinha em ‘Paraíso’. Foto: Globo

As histórias ditas rurais sempre deram muito certo no “Vale a Pena”. “O Rei do Gado“, exibida em 2015, por exemplo, ostenta a segunda maior audiência da década nessa faixa. “Cabocla“, em 2008, e “Sinhá Moça“, em 2010, também fizeram passagens bem-sucedidas. Detalhe: todas escritas por Benedito Ruy Barbosa.

Seria, então, um bom momento para um repeteco de “Paraíso“, o remake que foi ao ar em 2009 e trouxe Eriberto Leão e Nathalia Dill nos papéis principais. Romântica e com uma pegada contemplativa, a trama seria um contraste aos barracos homéricos de “Por Amor”.

História de Amor

Regina Duarte e Carla Marins como Helena e Joyce em ‘História de Amor’. Foto: Globo

Mas a verdade é que a gente não vai reclamar se vier outro bom folhetim de Manoel Carlos. Assim como aconteceu em 2002, não seria má ideia uma dobradinha de “Por Amor” seguida de “História de Amor” (há 17 anos, foi o contrário).

[do_widget id = mvp_ad_widget-5]

Também protagonizada por Regina Duarte, “História” foi exibida lá em 1995, na faixa das 18h, e é um daqueles novelões inesquecíveis. Fugindo da fórmula água-com-açúcar, a trama trouxe o cotidiano e uma imersão nos mais diferentes tipos de relações, com seus típicos dramas, conflitos e delícias. No eixo central, a difícil relação de mãe e filha de Helena, papel de Regina, e Joyce, vivida por Carla Marins.

Páginas da Vida

Regina Duarte e Joana Mocazel como Helena e Clara em ‘Páginas da Vida’. Foto: Globo

Ainda na coleção de Manoel Carlos, outra boa sugestão seria “Páginas da Vida“, que trouxe a terceira Helena de Regina Duarte. De 2006, a novela já foi cogitada algumas vezes para o “Vale a Pena”, mas sempre enfrentou problemas com a classificação indicativa. Agora, com a lei mais flexível, a Globo só não reprisa se não quiser.

A trama, uma das mais pedidas pelo público da faixa, reza a mesma cartilha do autor: o cotidiano banal transformado em drama de alto nível. Como um de seus grandes méritos, a novela ajudou a derrubar preconceitos sobre a Síndrome de Down através da personagem Clara, vivida pela então menina Joana Mocazel.

Alma Gêmea

Priscila Fantin e Eduardo Moscovis como Serena e Rafael em ‘Alma Gêmea’. Foto: Globo

Essa lista não estaria completa se não citasse “Alma Gêmea“, de 2005, a novela campeã de especulações quando o assunto é “Vale a Pena Ver de Novo”.

[do_widget id = mvp_ad_widget-5]

Grande sucesso escrito por Walcyr Carrasco, o folhetim é sempre um dos mais cotados para ganhar reprise na faixa, o que acabou criando uma sensação de saturação para quem acompanha as notícias sobre TV. Mas o fato é que “Alma” só passou uma vez pela sessão, curiosamente há exatos 10 anos.