| On 1 mês atrás

Hoje: Maria da Paz passa a fábrica para o nome de Josiane

Por Redação

Nos mais recentes acontecimentos de “A Dona do Pedaço“, Josiane (Agatha Moreira) mandou Rael (Rafael Queiroz) incendiar o depósito da fábrica de bolos e deixou Maria da Paz (Juliana Paes) em uma situação bastante complicada. Agora, a empresária está com dívidas até o pescoço e corre o risco até de perder seu maior bem para o banco. A situação é perfeita para a vilãzinha dar o bote. Além da mansão, ela quer também a fábrica da mãe.

Publicidade

No capítulo desta terça-feira (13), Márcio (Anderson Di Rizzi) dirá para Maria que ela ficará com o nome sujo. Jô colocará lenha na conversa:

“Mas espera… se ela não pagar a dívida no banco… isso não vai atingir a fábrica?”

A boleira ficará tensa com a possibilidade e o contador vai passar a real:

“Aí é que está o problema, Maria da Paz. Durante muito tempo eu avisei, avisei… Você sempre misturou suas contas pessoais com as da fábrica. Agora o banco pode alegar isso judicialmente… e pode querer cobrar da fábrica.”

Atenta, Josiane aproveitará a deixa de Márcio para colocar em prática a segunda parte de seu plano.

“Bota a fábrica no nome de outra pessoa. Até passar o risco de cobrarem a dívida.”

Maria vai querer saber quem seria essa pessoa e a blogueira mau-caráter terá a resposta na ponta da língua:

“No meu, por exemplo. Sou sua filha. Bota a fábrica no meu nome.”

Sem opção, Maria da Paz aceitará a ideia e vai pedir para Márcio chamar Antero (Ary Fontoura) para providenciar a papelada necessária para a transferência. A sós, o gerente alertará a patroa sobre o risco de passar a empresa para o nome de Josiane, refrescando sua memória com o episódio das comissões.

A boleira vai se irritar com o conselho e garantirá que confia na honestidade da filha. Entretanto, no fim das contas, ela pedirá a Antero um favor:

“Pelo sim pelo não, o senhor pode fazer um papel, que reverta todo negócio… só pro caso de essa história de ser dona da fábrica subir na cabeça dela… enfim… é minha filha, eu amo…”

O advogado terá a saída para a situação:

“Eu faço um termo em que vocês reconhecerão que a venda foi uma simulação… e se por acaso… Deus queira que não, mas se acontecer… algo inesperado, você provará que a venda foi simulada.”

Precavida, Maria concordará:

“Isso. Bota no meio dos contratos, ela nem vai ver. Doutor Antero, não pensa que desconfio da minha filha. Mas tenho que ser esperta.”

Ainda hoje, Josiane assinará os documentos, sem imaginar que a mãe se preveniu de qualquer armação. Certa de que será a dona do negócio, a malvada vibra com a declaração da confeiteira:

“Agora a fábrica vai pro seu nome, Josiane.”

Nos próximos capítulos…

Sábado (17), Maria da Paz descobrirá finalmente o caso de Josiane e Régis, ao flagrar os amantes na cama. Ela concluirá que a filha foi seduzida e dará um tiro no marido. Após um breve período no cadeia, a boleira voltará para casa e ficará frente a frente com Jô para esclarecer o que aconteceu. Para sua surpresa, porém, a influenciadora digitald deixará a máscara cair, confessará seus golpes e expulsará a mãe da mansão. Depois, para completar, assumirá o posto de dona da fábrica, deixando Maria da Paz na miséria.

Publicidade

Confira o que vai acontecer nesta terça-feira:

Após assassinar Lucas, Jô volta para casa e Evelina desconfia. Maria da Paz e Amadeu falam sobre seus sentimentos. Rock afirma a Téo que Jô mente para ele. Camilo investiga a morte de Lucas. Jô finge apoiar Maria. Agno descobre que Fabiana lhe aplicou um golpe e jura vingança. Lyris e Rael ficam juntos. Chico arma uma luta entre Rock e Paixão. Chiclete promete contar sobre sua vida para Vivi.

Zé Hélio engana Kim para ajudar Téo a descobrir os segredos de Jô. Márcio informa a Maria que ela não tem como pagar seu empréstimo. Otávio desconfia que Agno tenha usado Fabiana. Jô sugere que Maria passe a fábrica para seu nome. Maria da Paz pede ajuda a Antero sobre a simulação da negociação com Jô. Jô assina o contrato da fábrica de bolos.

Leia também:
Cinco reviravoltas em ‘A Dona do Pedaço’ após incêndio