| 1 ano atrás

“A Indomada” estreia hoje no VIVA; relembre a história

Por Redação

Um dos grandes sucessos da dramaturgia da Globo, “A Indomada” volta ao ar nesta segunda-feira (30), na íntegra, na tela do VIVA, canal pago da Globosat. A novela de Aguinaldo Silva e Ricardo Linhaes, vista originalmente em 1997, será exibida às 23h30, com reprise às 13h30 do dia seguinte. O folhetim substitui “Explode Coração”, que chegou ao fim na última sexta-feira.

A história, pontuada por realismos fantásticos, é ambientada na fictícia Greenville, no litoral do Nordeste, uma cidadezinha que segue tradições britânicas e que prosperou graças ao cultivo da cana-de-açúcar. Numa primeira fase, na década de 70, a trama destaca a história de amor entre Eulália e Zé Leandro, vividos por Adriana Esteves e Carlos Alberto Riccelli. Ela é herdeira da família mais rica da região, os Mendonça e Albuquerque, dona da Usina Monguaba, enquanto ele é apenas um cortador de cana. O romance é desaprovado por Pedro Afonso (Cláudio Marzo) e Altiva (Eva Wilma), irmão e cunhada de Eulália, que obrigam Zé Leandro a fugir. Ele vai embora, mas promete voltar para buscar a amada, que está grávida.

Adriana Esteves e Carlos Alberto Riccelli vivem romance na primeira fase. Foto: Divulgação/Globo

Quinze anos depois, Eulália ainda espera por Zé Leandro, dividindo essa espectativa com a filha Lúcia Helena (Leandra Leal). Como prometido, ele retorna à Greenville, com uma pequena fortuna adquirida em uma mina de diamantes, decidido a levar a mulher e a filha consigo para bem longe. A fuga dos três, contudo, acaba sendo misteriosamente sabotada e, num naufrágio, Eulália e Zé Leandro morrem. Única sobrevivente, Lúcia Helena fica aos cuidados dos tios, mas sem jamais esquecer dos ensinamentos de seu pai, que era obcecado pela terra.

[do_widget id = mvp_ad_widget-5]

Em paralelo a isso, o enigmático Teobaldo Faruk (José Mayer), que era apaixonado por Eulália, ganha toda a fortuna dos Mendonça e Albuquerque, comprando promissórias assinadas por Pedro Afonso em jogatinas. No entanto, o forasteiro promete devolver tudo para Lúcia Helena, com a condição de casar-se com ele quando atingir a maioridade. E assim fica firmado. A jovem viaja para estudar na Inglaterra, com data marcada para voltar e cumprir o combinado.

10 músicas que se destacam na trilha sonora de “Segundo Sol”

Já uma mulher – e agora interpretada por Adriana Esteves – Helena volta à cidade anos depois, linda, culta e disposta a honrar o que seu pai lhe ensinou. Seus planos, no entanto, terão que enfrentar a amargura de Altiva, que nunca se conformou em perder seu patrimônio. Em parceria com o político corrupto Pitágoras (Ary Fontoura), a megera armará de um tudo para colocar as mãos novamente nos bens que Teobaldo lhe tirou e, também, travará uma divertida batalha em nome da moral e bons costumes de Greenville, batendo de frente com a prostituta Zenilda (Renata Sorrah) e as meninas de um movimentado bordel.

Eva Wilma brilhou como a vilã Altiva. Foto: Divulgação/Globo

Com direção-geral de Marcos Paulo, “A Indomada” conta ainda com Betty Faria, Paulo Betti, Eliane Giardini, Pedro Paulo Rangel, Carla Marins, Selton Mello, Marcos Winter, Selton Mello, Neuza Borges, José de Abreu, Ana Lucia Torre, Flávia Alessandra entre outros.

[do_widget id = mvp_ad_widget-5]

O título é um coringa que o VIVA tem na gaveta desde 2013. Naquele ano, o canal promoveu uma enquete para definir uma sucessora para “Rainha da Sucata” na faixa das 23h30, permitindo que o público escolhesse entre quatro títulos. No fim, “Água Viva” foi a mais votada, com 41% dos cliques. O folhetim estrelado por Adriana Esteves, por sua vez, ficou em terceiro lugar, somando 21% da preferência, atrás de “O Dono do Mundo” (23%) e à frente de “Fera Ferida” (13%). De lá para cá, curiosamente, apenas “A Indomada” não foi exibida. Chegou a hora. Ou melhor, “the time has come”!