Entre em contato

Novidades

Viva prepara trinca poderosa de novelas para comemorar 10 anos

Publicado

em

O Viva acaba de completar 9 anos, e já está preparando as comemorações de sua primeira década no ar. Começando pela próxima trinca de novelas, carros-chefes da programação do canal, que deve trazer “O Clone” (2001), “Selva de Pedra” (1986) e “Chocolate com Pimenta” (2003). A informação foi dada em primeira mão pela jornalista Cristina Padiglione, da Folha de S.Paulo.

Publicidade
Murilo Benício e Giovanna Antonelli protagonizaram “O Clone”. Foto: Globo/Divulgação

Sucesso mundial, a icônica “O Clone” ocupará a faixa das 23h (com horário alternativo às 13h30), substituindo “O Cravo e a Rosa”, que deve chegar ao fim em dezembro. Vale lembrar que a novela de Gloria Perez, estrelada por Murilo Benício e Giovanna Antonelli, já passou pelo “Vale a Pena Ver de Novo”, há oito anos, com ótima audiência.

Antes mesmo de “O Cravo e a Rosa” chegar ao fim, outro hit de Walcyr Carrasco já estará no ar na tela do Viva. Em outubro, “Chocolate com Pimenta” entrará em cartaz na vaga de “Porto dos Milagres”, às 15h30 (e também à 00h). Essa será a terceira reprise da comédia romântica protagonizada por Mariana Ximenes e Murilo Benício.

Tony Ramos e Fernanda Torres viveram par romântico em “Selva de Pedra”. Foto: Globo/Divulgação

Para fechar a trinca poderosa, uma bela surpresa: “Selva de Pedra”, remake da obra original de Janete Clair, ganhará finalmente sua primeira reapresentação, 33 anos após sua exibição na faixa das 20h da Globo. A novela, que sempre foi uma das mais pedidas pelo público, já chegou a ser cogitada para o “Vale a Pena de Novo”, mas nunca teve bis. Agora, se nada mudar, chegou a hora. A trama tem Tony Ramos, Christiane Torloni e Fernanda Torres nos papéis principais e substituirá “Terra Nostra”, às 14h30 (e 00h45), a partir de agosto.

Publicidade

Veja o Resumo dos Capítulos

Publicidade
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No ar

É hoje! Aziz morre diante de Jamil, em “Órfãos da Terra”

Publicado

em

Por

No capítulo deste sábado (4) de “Órfãos da Terra“, Aziz (Herson Capri) vai conhecer o significado do ditado “aqui se faz, aqui se paga”. O sheik será morto por um de seus inimigos. A identidade do assassino não será revelada e a culpa, inicialmente, recairá sobre Laila (Julia Dalavia).

Publicidade

O crime acontecerá em uma cidade no litoral de São Paulo, onde Laila e Jamil (Renato Góes) pretendem alugar uma casinha para viver em paz. Mas Camila (Anaju Dorigon) vai, mais uma vez, entregar o paradeiro do casal para o sheik. Sem perder tempo, ele vai em direção ao local, mas na entrada da casa, Aziz será surpreendido por uma pessoa misteriosa, que atira contra ele.

Aziz será assassinado misteriosamente. Foto: Reprodução/GloboPlay

Missade (Ana Cecília Costa), Elias (Marco Ricca) e Helena (Carol Castro), que estavam dentro da casa aguardando a chegada de Jamil e Laila, vão escutar os tiros e correr até a porta. A cena que eles vão encontrar será terrível: o corpo de Aziz estará no chão, atingido pelos disparos e ao lado dele estará Laila, com uma arma na mão. Jamil ficará estarrecido e pedirá por socorro, enquanto o vilão agoniza. Em seguida, a polícia chega.

Laila e Jamil explicarão ao delegado que Aziz já estava ferido quando chegaram, mas o casal ficará detido até que a perícia seja feita. O sufoco, felizmente, não vai durar muito, pois logo o laudo comprovará que o tiro não partiu da arma que a mocinha tinha em mãos.

Azis morre diante de Jamil. Foto: Reprodução/GloboPlay

Entre a vida e a morte no hospital, Aziz chamará por Jamil. O libanês estranha, mas mostra compaixão pelo homem que o criou e aceita o pedido.

Os dois têm uma conversa franca sobre a relação que estabeleceram ao longo da vida. Jamil explica que não sabia que a pessoa por quem tinha se apaixonado era a nova mulher do patrão e, surpreendentemente, Aziz parece entendê-lo. “O destino pregou uma peça em nós dois… Nos apaixonamos pela mesma mulher”, diz o sheik.

Publicidade

Aziz admite seus erros e faz um último pedido a Jamil. Ele diz estar bastante preocupado com a filha Dalila (Alice Wegmann), que sofreu bastante com essa relação do rapaz com Laila. “Ela se apaixonou de verdade por você. E está sofrendo muito com a sua traição. Se ela não pode ser sua esposa, que seja sua irmã… Prometa que vai cuidar dela”, pede o sheik.

Antes mesmo de Jamil dizer uma resposta, o aparelho cardíaco do vilão começa a apitar e ele acaba falecendo, enquanto o libanês chora.

Continuar Lendo

Novidades

Conheça a trama principal de “A Dona do Pedaço”

Publicado

em

Por

Falta menos de um mês para a estreia de “A Dona do Pedaço“, a próxima novela das 21h da Globo. Após a frustrada “O Sétimo Guardião”, de Aguinaldo Silva, a emissora está jogando suas fichas em um novo texto de Walcyr Carrasco, autor de sucessos como “Verdades Secretas” (2015), “Alma Gêmea” (2005) e a recente “O Outro Lado do Paraíso” (2017).

Publicidade

A nova história, que se dividirá em um prólogo e duas fases, exaltará o poder feminino através da trajetória de Maria da Paz, vivida por Juliana Paes. Tudo começa na cidade fictícia de Rio Vermelho, no Espírito Santo, onde vivem dois clãs rivais: os Ramirez e os Matheus. Maria é uma Ramirez, família de justiceiros profissionais, mas acaba se apaixonando justamente por Amadeu (Marcos Palmeira), um descendente dos Matheus. E, claro, como em um bom romance à la Romeu e Julieta, as duas famílias não aprovam a relação dos dois.

Juliana Paes e Marcos Palmeira vivem o casal protagonista. Foto: TV Globo/João Miguel Jr.

Apaixonados, Maria e Amadeu sugerem um pacto de paz e marcam o casamento. No entanto, a cerimônia acaba em tragédia, quando Amadeu é misteriosamente baleado no altar. Com isso, os Matheus, sua família, prometem vingança contra os Ramirez, e não demoram a dar o troco.

Duda Batista e Maria Clara Baldon vivem as irmãs separadas na primeira fase. Foto: Maria Assunção

As meninas Fabiana (Maria Clara Baldon) e Virgínia (Duda Batista), sobrinhas de Maria, são as primeiras vítimas da desforra dos Matheus. Vicente (Álamo Facó), irmão de Amadeu, fica encarregado de dar fim às crianças, mas consegue capturar apenas Fabiana. Ele não tem coragem de matá-la e a abandona em um convento. Após o sumiço da pequena, os Ramirez decidem tirar Virgínia e sua mãe, Zenaide (Maeve Jinkings), da cidade e levá-las para a capital. Contudo, outra desgraça acontece: a menina acaba se separando da mãe e se perde pelas ruas de Vitória.

Enquanto isso, Maria está jurada de morte e precisa fugir antes que o pior aconteça. Com a ajuda da mãe, Evelina (Nívea Maria), e do padre (Fernando Eiras), ela consegue abrigo na casa da professora Marlene (Suely Franco), prima do sacerdote, em São Paulo. Depois, a mocinha recebe a notícia de que Amadeu morreu, mas nem imagina que o relato é uma mentira, um acordo entre sua mãe e a mãe do rapaz, Nilda (Jussara Freire). Além disso, a mesma história é contada para Amadeu, que também precisará lidar com a “morte” da amada.

Juliana Paes em gravação. Foto: Divulgação/Globo

Longe de sua família e acreditando que seu grande amor está morto, Maria ainda se vê grávida e sem emprego. Sua salvação serão os bolos que sua avó, Dulce (Fernanda Montenegro), lhe ensinou a fazer desde criança. O tempo passa e, vinte anos depois, a boleira ambulante se torna uma bem-sucedida empresária do ramo da confeitaria.

Agora, Maria vive ao lado da filha, Josiane (Agatha Moreira), fruto de seu romance com Amadeu. A jovem é um anjo aos olhos da mãe, mas na verdade é uma peste. Fútil, Josiane cultiva desprezo por Maria, critica seu comportamento e aparência e não suporta que lhe chamem pelo nome, preferindo Jô. Seu maior sonho é conquistar projeção social como influenciadora digital e não medirá esforços para tal.

Agatha Moreira vive a ambiciosa Josiane. Foto: João Miguel Jr.

Disposta a colocar a mão no dinheiro da mãe e realizar seu objetivo, Josiane une-se ao playboy falido Régis (Reynaldo Gianecchini) e trama para que Maria se case com seu cúmplice.

Amadeu, por sua vez, conseguiu se recuperar do atentado e casa-se com Gilda (Heloísa Jorge), sua fisioterapeuta. Ele também se muda para São Paulo para exercer sua profissão de advogado. Lá, claro, inevitavelmente Maria e Amadeu acabarão se reencontrando e poderão reviver o amor do passado.

Paolla Oliveira e Nathalia Dill vivem as irmãs Virgínia e Fabiana. Foto: João Cotta/Globo

A trama também enfoca a rivalidade entre as irmãs Fabiana (Nathalia Dill) e Virgínia (Paolla Oliveira), as sobrinhas de Maria que acabaram sendo separadas. Enquanto a primeira cresceu no convento, a segunda, que se perdeu nas ruas, foi criada pelo casal Otávio (José de Abreu) e Beatriz (Natália do Vale). Virgínia se tornou uma famosa digital influencer, o principal espelho da vilãzinha Josiane, que nem imagina que a blogueira seja sua prima.

Já Fabiana ainda vive no convento onde foi abandonada, sem nenhuma notícia da família. Até que certo dia ela vê Virgínia na TV e reconhece a irmã por estar usando um amuleto. Nisso, a noviça, cheia de inveja e rancor, muda-se para São Paulo e arquiteta um plano para se aproximar da irmã e ter a vida luxuosa que lhe foi tirada.

“A Dona do Pedaço” estreia dia 20 de maio.

Continuar Lendo

Trending

Copyright © 2019 Novelão