Entre em contato

Novidades

‘Êta Mundo Bom!’ é a próxima reprise do ‘Vale a Pena Ver de Novo’, diz colunista

Publicado

em

novela êta mundo bom

O mistério acabou. Segundo informações do colunista Flávio Ricco, do UOL, “Êta Mundo Bom!” será a próxima atração do “Vale a Pena Ver de Novo”, substituindo Por Amor. Só falta a confirmação da data de estreia, que deve acontecer entre a última semana deste mês e os primeiros dias de outubro.

A novela, escrita por Walcyr Carrasco, foi exibida entre janeiro e setembro de 2016, em 190 capítulos, no horário das 18h. Conquistou 27 pontos de média, sendo a novela mais assistida do horário nesta década. Sua missão será a de manter os bons índices de “Por Amor”, que orbitam em torno de 17 pontos.

Publicidade

“Êta Mundo Bom!” conta a história de Candinho (Sérgio Guizé), jovem caipira de bom coração que, apesar de levar uma vida com muitas dificuldades, carrega consigo o lema de que ‘tudo que acontece de ruim é para melhorar’. Empregado da fazenda onde foi criado desde bebê, o rapaz é apaixonado pela doce Filomena (Débora Nascimento), filha da dona do latifúndio, a “boca de fogo” Cunegundes (Elizabeth Savalla), que o expulsa ao flagrá-lo beijando a moça.

Sergio Guizé como Candinho
Sergio Guizé como Candinho. Foto: Divulgação/Globo

Sem ter para onde ir, Candinho muda-se para São Paulo com seu burro de estimação, Policarpo, e se abriga na casa do professor Pancrácio (Marco Nanini), seu amigo e mentor. Lá, o rapaz decide tentar reencontrar sua mãe biológica, sem saber que se trata da rica viúva Anastácia (Eliane Giardini), dona de uma fábrica de sabonetes. Ela também se esforça para localizar o paradeiro do filho que lhe foi tomado dos braços ao nascer, mas nem imagina que sua sobrinha, a inescrupulosa Sandra (Flávia Alessandra), é capaz de tudo para impedi-la de seu intento, com o objetivo de herdar sozinha sua fortuna.

A trama fez muito sucesso devido ao saudosismo do público do horário, já que a história resgatou o estilo que consolidou Walcyr Carrasco na Globo: comédias românticas de época, com humor ingênuo e núcleos caipiras, recheados de cenas com muita torta na cara e personagens arremessados no chiqueiro. O casal Romeu (Klebber Toledo) e Mafalda (Camila Queiroz) fez muito sucesso, principalmente devido à insistência da jovem caipira em conhecer o famigerado ‘cegonho’ do pretendente. Os intérpretes dos pombinhos se apaixonaram na vida real, e se casaram em 2018.

Camila Queiroz e Klebber Toledo como Mafalda e Romeu
Camila Queiroz e Klebber Toledo como Mafalda e Romeu. Foto: Divulgação/Globo

Novela recente

A reprise precoce de “Êta Mundo Bom!” causa certo estranhamento em uma década em que a Globo pareceu optar por tramas mais antigas. No entanto, confirma uma velha tradição: todas as novelas de Carrasco, no mesmo estilo, foram reexibidas no “Vale a Pena Ver de Novo” cerca de 3 anos depois de sua transmissão original. “O Cravo e a Rosa” (2000) voltou em 2003; “Chocolate com Pimenta” (2003) foi reapresentada em 2006; “Alma Gêmea” (2006) ganhou nova exibição em 2009. Os três repetecos registraram altos índices de audiência nas tardes da Globo.

Atualização

Procurada, a assessoria da Globo disse que ainda não tem a decisão sobre a novela que substituirá “Por Amor”. “Não existe definição do VPN (Vale a Pena Ver de Novo). Não há confirmação que seja Êta Mundo Bom”, assegurou a emissora em comunicado. Leia mais detalhes aqui.

Leia também:
Saiba quais são as novelas da próxima trinca do Viva

Veja o Resumo dos Capítulos

Publicidade
Clique para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Novidades

‘Avenida Brasil’ é o próximo cartaz do ‘Vale a Pena Ver de Novo’

Publicado

em

“Avenida Brasil” será a próxima novela do “Vale a Pena Ver de Novo”, substituindo Por Amor. A estreia acontecerá em outubro, mas ainda não há uma data cravada. A informação é do colunista Flávio Ricco, do UOL, e já foi confirmada pela Globo.

Publicidade

Ao que tudo indica, a emissora havia decidido reapresentar “Êta Mundo Bom!”, tendo chegado até mesmo a gravar chamadas com o protagonista Sérgio Guizé, mas a ideia foi descartada. Os motivos oficiais da desistência pela trama de Walcyr Carrasco ainda não foram divulgados, mas ao que tudo indica, a Globo ficou preocupada com a rejeição praticamente unânime nas redes sociais pela decisão. Os internautas até gostam da novela, mas se queixaram por ela ser muito recente (foi exibida em 2016).

“Avenida Brasil” é uma escolha segura e acertada para a missão de manter em alta a audiência de “Por Amor”, que orbita em torno dos 17 pontos. Como planeja reestruturar sua grade vespertina com o fim da trama de Manoel Carlos, a Globo precisa de uma novela popular para que não haja fuga de público.

Escrita por João Emanuel Carneiro, “Avenida Brasil” foi exibida no horário nobre entre março e outubro de 2012, em 179 capítulos e se tornou simplesmente um fenômeno. Com altos índices de audiência (39 de média geral) e repercussão fora de série, o folhetim é, seguramente, a novela mais popular desta década, e também a mais comercializada da história da emissora.

Vingança! Nina corta os cabelos de Carminha à força em uma das sequências da trama . Foto: Reprodução/Globo

A próxima atração do “Vale a Pena Ver de Novo” narra a história de Nina (Débora Falabella), uma jovem em busca de justiça. Quando criança, se chamava Rita (Mel Maia), mas viu seu pai morrer nas mãos de sua madrasta, a perversa Carminha (Adriana Esteves), que roubou sua herança e a abandonou em um lixão. Em seguida, a vilã deu o golpe do baú no rico e boa-praça jogador de futebol Jorge Tufão (Murilo Benício), colocando o amante e comparsa Max (Marcello Novaes) para dentro da casa do marido.

Decidida a destruir Carminha, Nina se infiltra em sua casa como sua cozinheira, e inicia um mirabolante plano de vingança. Em sua saga, a heroína ganha ares de vilã, torturando e humilhando a rival. Mas o romance não pode ficar de fora, e Nina fica dividida entre seu desejo de fazer justiça e seu amor de infância com Jorginho (Cauã Reymond), filho de Carminha e Max, criado como adotivo pela megera e por Tufão.

Isis Valverde como Suelen. Foto: Divulgação/Globo

Apesar da história densa e com cenas fortes, a novela também foi recheada de personagens bem-humorados, no situado bairro Divino, no subúrbio carioca. Dentre eles, merecem destaque os pais de Tufão, Muricy e Leleco (Eliane Giardini e Marcos Caruso), a empregada puxa-saco Zezé (Cacau Protásio), o milionário mulherengo Cadinho (Alexandre Borges) e a periguete Suelen (Isis Valverde).

Com forte apelo popular, “Avenida Brasil” foi indicada ao Emmy Internacional e retratou a chamada ascensão da nova classe média, na época em que foi exibida.

Leia também:
Saiba quais são as novelas da próxima trinca do Viva

Continuar Lendo
Publicidade

Trending