4 meses atrás

Viva desmente boato sobre versão de ‘O Clone’

Por José Miguel Toledo

O Viva bateu o martelo e reapresentará o sucesso “O Clone” (2001), de Glória Perez, a partir de 9 de dezembro, substituindo “O Cravo e a Rosa”. A trama será veiculada na faixa das 23h, com reprise às 13h30, e maratona semanal aos domingos, às 19h.

[do_widget id = mvp_ad_widget-5]

Porém, um boato começou a circular nas redes sociais nos últimos dias, dando conta que “O Clone” não seria exibida conforme sua transmissão original, que possui 221 capítulos, mas sim sua edição veiculada na Globo Internacional, espichada em 250 episódios, com menor tempo de arte diário.

A informação foi desmentida e, portanto, o Viva levará ao ar “O Clone” exatamente como a trama foi apresentada pela primeira vez. A boataria se instalou devido a um suposto problema judicial com direitos autorais referentes à trilha sonora da produção, fato que motivou “Terra Nostra” (1999) a ter uma versão compacta reexibida pelo canal por assinatura este ano. Dos 221 capítulos originais, o público acompanhou 150.

“Dancin Days” (1978) também teve problemas com seus direitos autorais, mas a exibição da versão internacional não prejudicou a edição da reprise da trama de Gilberto Braga, transmitida pelo Viva em 2014.

Daniel de Oliveira e Vanessa Giácomo protagonizam ‘Cabocla’. Foto: Divulgação/Globo

Novos títulos à vista

Além da história de amor de Jade (Giovanna Antonelli) e Lucas (Murilo Benício), o Viva já anuncia a volta de “Cabocla“, novela de Benedito Ruy Barbosa que ocupou o horário das 18h da Globo em 2004. O folhetim rural substituirá “Porto dos Milagres” na faixa das 15h30 – tendo repeteco à 1h30 -, a partir de 7 de outubro.

Para o próximo ano, de acordo com informações extraoficiais, “Chocolate com Pimenta” (2003), “Ti-Ti-Ti” (1985) e “Mulheres Apaixonadas” (2003) devem formar uma nova trinca de sucesso do canal.

[do_widget id = mvp_ad_widget-5]

Leia também:
De volta às novelas, Taís Araújo viverá drama familiar em ‘Amor de Mãe’